padrao_1
padrao_1

“O Vendedor de Elite” de Júnior Smarzaro junta 1700 pessoas em uma manhã de domingo em Vitória

Eu acordei às 06:40 de um domingo de verão sem acreditar que estava indo a um treinamento de vendas. O alarme tocou e eu pensei muitas vezes em não ir. Ainda bem que eu levantei da cama, se eu não tivesse feito isso não teria conhecido um profissional tão promissor quanto o Júnior Smarzaro. O que ele fez naquele domingo não foi normal, foi pura energia positiva e motivação como há muito tempo eu não vejo. Eu que cubro esses eventos há anos e frequento esse ambiente de educação corporativa desde que eu comecei a empreender em 2011, posso contar nos dedos as palestras que mudaram a minha vida. E, sem nenhuma intenção secundária, posso falar que o Júnior mudou a minha forma de enxergar o ato de vender. Eu que sempre me considerei um excelente comercial, apreendi técnicas e captei hacks de vendas que não imaginava absorver quando decidi ir ao evento.

Vou então fazer um resumo do que aprendi nesse dia, vou compartilhar algumas informações que anotei durante o evento e vou utilizar registros desse dia para ilustrar a matéria. Crédito: Jean Bslove

Não vou mentir, eu sei muito bem que tem vendedores, dos mais diferentes setores, que ganham uma nota. Tenho noção que “vendas é a profissão mais bem paga no mundo” e que “vendas é o caminho mais rápido para se mudar a vida de alguém“, nas palavras de Thiago Nigro. Mas ao conhecer mais da história do Júnior, percebi que aquele treinamento nos ensinaria a persuadir e isso é novo nesse tipo de treinamento. Não quero e nem tenho tempo pra frases de efeito e motivações vazias, precisa acrescentar e ser fácil de aplicar, se não não faz sentido. E com tantos empreendedores de palco hoje em dia, que nunca construíram nada sozinhos e ficam cagando regra, minha paciência pra bullshitagem é bem pequena. Mas, eu estava com a pulga atrás da orelha, já que a CDL Vitória estava apoiando o evento e nós da Diretoria e alguns membros da CDL Jovem ganhamos convites, e imaginei que o Wagner Júnior Correa, nosso Superintendente, não se comprometeria em promover esse evento se não acreditasse.

Inclusive, esse é o poder da Marca Pessoal na sua forma mais natural: eu conheço o Wagner, suas ideias e pelo que ele advoga, e sei que ele não colocaria seu nome, nem o da instituição em alguma coisa que não fosse séria e que não tivesse track record.

Sobre isso, vale aqui também, uma menção para o Júnior e sua equipe, todos espetaculares, que foram os responsáveis por venderem quase 2000 ingressos para a primeira edição desse treinamento em Vitória. Tivemos um bate-papo após o evento e eles me confidenciaram esse desafio e isso realmente é de aplaudir de pé. Mas a pessoa do palco era a mesma pessoa ali naquela cafeteria, então essa conquista, agora, não me surpreende mais.

Voltando ao evento, através de experiências de vida e de sua expertise, ele foi construindo um enredo que me prendeu durante as mais de cinco horas de evento naquele domingo. Fazendo correlações e entendendo que as pessoas tendem a apreender mais conceitos que sejam mais fáceis de materializar, ele foi nos presenteando com pérolas de conhecimento que ficarão guardadas nas mentes de muitos vendedores naquele dia como a comparação de como os vendedores de elite devem se comportar como o sal em uma carne, “se você não estiver, você faz falta”.

Peça indicação: 77% das indicações tendem a fechar

Com um público formado por vendedores de grandes empresas da Grande Vitória, seus chefes e líderes, empresários, entidades de estímulo ao comércio e empreendedores, Júnior foi ali no palco transformando maneiras de enxergar o ato de vender. Ele soube tocar nos pontos certos e nos fazer encarar nossa forma de vender, questionando nossos processos e as maneiras que as conduzimos. Com muita interação com a plateia, Júnior convidava os participantes a construir aquele conhecimento em conjunto e a serem agentes ativos de mudança nas suas próprias histórias. Tenho certeza que foi a primeira vez que muitos vendedores se sentiram partes importantes e imprescindíveis nas empresas que atuam. Júnior inclusive estimulou e deixou uma mensagem importante para esses profissionais: “honrem quem te estendeu a mão, quem te deu oportunidade e sejam leais às empresas e aos seus chefes“. Para mim, isso bateu forte, porque como empresário uma das situações mais complexas é a gestão da equipe e a falta de lealdade e de compreensão que muitos funcionários e freelancers já tiveram comigo doeu fisicamente. Mesmo fazendo tanto e valorizando, nem sempre eles enxergam o quanto isso custa, como em outras empresas isso não é nem pauta e que em muitos casos, os colaboradores são tratados mal.

Com o conhecimento acumulado de anos de experiência de no varejo, Júnior foi compartilhando os desafios e aquelas situações que todos os vendedores passam no dia a dia, o que arrancava risadas, comentários e gritos de frustrações dos participantes que se conectavam com aquelas histórias tão reais.

O medo de perder move mais do que a vontade de ganhar

Após mais ou menos três horas e meia de muitos ensinamentos e reflexões, Thiago Concer, pela primeira vez em Vitória e considerado o treinador de vendas nº 1 do país com mais de 250 mil vendedores treinados, assumiu o palco e já começou compartilhando várias pérolas: “O dinheiro da empresa entra pela porta e sai por diferentes janelas“, “Vendedor tem que entender do negócio“, “Toda empresa é uma empresa de vendas” e foi fácil perceber similaridades nos discursos dos dois, mostrando o alinhamento de pensamento quando Thiago comentou que “o ato de não querer é muito mais poderoso“, reforçando o pensamento que Smarzaro compartilhou antes.

Ninguém mexe em consequência. Você não mexe na meta, mexe nas atividades

Thiago deixou alguns ensinamentos sobre a forma que encaramos nossa carreira e como podemos a potencializar utilizando certos pensamentos e conceitos:

  • Consciência: quanto menos você sabe, mais você aceita, menos você se indigna. Devemos nos perguntar sempre: tem alguém fazendo melhor?
  • Inconformismo: quando a dor de viver for maior do que a dor de mudar, a pessoa escolhe mudar.
  • Consistência: sucesso é resultado daquilo que você faz todo dia. É impossível ser muito bom em algo que você faz poucas vezes.
  • Preparação: seu nível de sucesso raramente excederá seu nível de desenvolvimento pessoal, pois o sucesso é algo que você atrai pela pessoa que você se torna. Quanto mais preparo, maior o nível de consciência.
O mais conhecido, vence o melhor

E ele deixou duas dicas que se conectam muito com produtos alto ticket como eu vendo e como a maioria dos meus clientes vende que eu preciso deixar aqui:

  1. Seu orçamento alto ticket deve sempre ser apresentado, isso é um qualificador e uma forma de apresentar os valores, os resultados e os diferenciais que uma proposta nem sempre consegue.
  2. Quando você não organiza as ideias, você vende menos. E na dúvida, o cliente não compra. Perguntar é alinhas expectativas.
Thiago Concer & Júnior Smarzaro juntos: mudando a vida de milhares de vendedores pelo país. Acredito muito nessa dobradinha e no que eles podem conquistar em conjunto.

Que essa energia se repita por muitas vezes e que outros profissionais e empresários possam sair tão impactados quanto eu saí.

E para quem quiser saber mais sobre o treinamento “O Vendedor de Elite“, acompanhe o instagram do Júnior Smarzaro e já salva aí as próximas datas e locais confirmados:

05/02 – Linhares/ES

26/03 – Ilhéus/BA

28/05 – Salvador/BA

04/06 – Imperatriz/MA

06/08 – Belo Horizonte/MG

Rodrigo Santiago

Rodrigo Santiago

Carioca, mas cosmopolita. Adora traduzir tendências, comportamentos e movimentos através dos seus textos. Adora mergulhar em iniciativas inovadoras e em experiências originais. Adora compartilhar os insights que têm através do seu olhar e conectar pontos não-óbvios, dando mais robustez ao que escreve. Está disponível para cobrir seu evento ou experiência assinando matérias autorais e branded content. Faça uma cotação através da página de contato.

Deixar uma resposta